Caso MH17: as investigações nem foram concluídas, mas a mídia “vidente” já anuncia a culpa de Putin

Chega a dar desgosto, chega a dar pena. A grande mídia já alardeia a culpa de Putin: o avião foi abatido por um míssil russo, afirma, sem duvida alguma, como se estivesse com todas as provas em suas mãos. Onde foi provado que o míssil era mesmo russo? Nos vídeos mostrando que talvez os separatistas o tinham em sua posse? Isso, para mim, não prova que o míssil atingiu o avião. Para mim e para qualquer um com um pouco de clareza e discernimento.

Este blog não é esquerdista, comunista, pró-Russia ou qualquer coisa parecida. Apenas a favor da verdade. E a verdade requer provas antes de ser divulgada. Podem ter sido os separatistas, com armamento fornecido pelos russos? Podem. Aliás, acredito mesmo que seja provável. Mas vamos esperar o resultado das investigações para afirmar isso com segurança, certo?

De um lado, os EUA afirmam possuírem fotos provando que o míssil foi disparado pelos rebeldes. O general russo Andrei Kartapolov já desafiou os EUA a mostrarem essas fotos `a comunidade internacional. Do outro lado, os russos afirmam que um caça ucraniano sobrevoava a região a uma distancia de apenas 3 a 5 km do avião, em sua direção. A palavra de um contra o outro, mas a mídia resolveu fazer o papel de tribunal internacional e apontar os culpados antes mesmo dos investigadores oficiais do caso. E, como mídia, me refiro a importantes veículos de comunicação.

Pessoalmente, considero plausível a versão dada por um especialista, do qual não me recordo o nome agora, dizendo que, provavelmente o alvo do suposto míssil era, na verdade, um avião militar ucraniano, que conseguiu escapar do míssil que, então, foi atraído pelo calor da turbina do MH17.

Por outro lado, qual seria a utilidade de um grupo separatista fazer um atentado desse tipo, sem assumir a autoria? Qual seria a utilidade deste fato para o Putin, que, depois do acontecido, e mesmo sem as conclusões oficiais, já começou a receber sanções a seu país? Por essas e outras que qualquer teoria precisa de provas para ser confirmada.

A Dilma, candidata não defendida por este blog, que fique bem claro, relutou em tomar conclusões precipitadas e foi logo atacada por colunista da revista Veja, colunista que, diga-se de passagem, admiro. Fiz um comentário em sua coluna criticando sua posição e, claro, o mesmo não foi publicado. Somente foram publicados comentários a favor do que estava escrito. Estranho, não? Achei que a mídia deveria ser imparcial, mas há muito tempo já sabemos que não é assim. Apenas imaginei que não fosse ficar tão na cara. Abaixo, as fotos que mostram a censura de meu comentário.

Meu comentário, como Carla, aguardando moderação. Comentários postados depois do meu já tinham sido publicados.

Meu comentário, como Carla, aguardando moderação. Comentários postados depois do meu já tinham sido publicados.

Posteriormente, meu comentário foi apagado e os comentários defendendo a matéria continuaram.

Posteriormente, meu comentário foi apagado e os comentários defendendo a matéria continuaram.

Se alguém não se lembrar sobre o episódio da Síria, que citei em meu comentário, basta ler o post publicado neste mesmo blog, aqui.

Se alguém quer saber mais sobre os assentamentos ilegais de Israel na Palestina, apoiados pelos EUA, também citado no comentário, pode ler aquiaqui.

Novamente, não estamos aqui defendendo Putin, que foi da KGB, mas estamos, sim, defendendo a verdade. Muitos podem dizer que, entre Putin e os EUA, claro que vão acreditar nos EUA, afinal, são sempre os bonzinhos e heróis da história. Que tal lembrarmos que os EUA já utilizaram armas químicas no Vietnã, fornecem equipamentos bélicos a grupos rebeldes e invadiram o Iraque com base na justificativa falsa de que o país guardava armas de destruição em massa? A essas pessoas que ainda acreditam na bondade ocidental, tenho apenas uma coisa a dizer: parem de assistir a filmes como Independence Day e comecem a ler a mídia de verdade, que apura os fatos antes de publicá-los.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s