Ataque químico na Síria em agosto passado não foi obra do exército sírio

Lembram-se do ataque com armas químicas na Síria, em agosto passado, que deixou mais de mil mortos, entre os quais muitas crianças? Parte do mundo ocidental responsabilizou o exército sírio pelo feito, mesmo sem provas, em uma tentativa de justificar uma possível intervenção no país. A ONU falhou em apresentar provas, e agora um estudo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts concluiu que os mísseis com sarin não podem ter sido disparados pelas forças sírias.

ng2721237

Foto: FP PHOTO/HO/SHAAM NEWS NETWORK/DAYA AL-DEEN

Segundo o professor Theodore Postol e o ex-inspetor da ONU Richard Lloyd, as munições eram improvisadas e tinham alcance de 2 quilômetros. Entretanto, as forças armadas da Síria se encontravam a uma distância muito maior do alvo.

2 respostas em “Ataque químico na Síria em agosto passado não foi obra do exército sírio

  1. Infelizmente, é o tipo de notícia que a grande mídia não divulgará, pois estão preocupados em fabricar suas próprias verdades, esse é o mundo em que vivemos hoje, tudo feito para continuar a disseminar o ódio e a guerra.

  2. Pingback: Caso MH17: as investigações nem foram concluídas, mas a mídia “vidente” já anuncia a culpa de Putin | Pequena Dúvida

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s