Juventude da Tunísia segue os passos do Egito. Seria o início do “verão árabe”?

Depois da primavera árabe, um novo evento pode estar a caminho. Inspirados pelo Tamarod, grupo egípcio que deu início aos protestos que culminaram com a destituição do presidente Morsi, um grupo de jovens da Tunísia lança sua própria versão do movimento.

O Tamarod Tunisiano acusa o governo de, assim como no Egito, tentar implantar um estado islamita que desrespeita os direitos individuais e não colaborar para tirar o país da crise. Eles querem a dissolução da Assembleia Constituinte que, desde 2011, ainda não conseguiu aprovar uma Constituição.

O grupo já teria recolhido 200.000 assinaturas para sua petição e está planejando um protesto em massa, assim como o que ocorreu no Egito.

Mas é possível que o movimento não seja tão forte como o do país vizinho. Isso porque o Ennahda, partido que entrou no poder na Tunísia depois da fuga de Ben Ali na Primavera Árabe, é mais moderado que a Irmandade Muçulmana do Egito, e aceitou que a sharia (lei islâmica) não fosse incluída na nova Constituição tunisiana. Além disso, inaugurou um governo de coalizão em março, que incluiu ministros independentes.

Um sinal de que o povo tunisiano está sendo ouvido. E, caso não seja, o episódio dos últimos dias no Egito já deu uma boa dica do que pode acontecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s