Reuters publica morte de George Soros sem que ele tenha morrido

Há cerca de dez dias, o site da Reuters publicou um obituário de George Soros, com data indefinida (morreu dia XXX com XXX anos), em um engano muito misterioso.

Pouco depois, a Reuters retirou a página do ar e publicou em seu Twitter que ele estava vivo. Aliás, está vivo.

O texto do obituário dizia o seguinte:

“George Soros, que morreu XXX na idade de XXX, foi um financiador e investidor predatório de enorme sucesso, que argumentou paradoxalmente por anos contra o mesmo livre-capitalismo que fez dele um bilionário. Ele é conhecido como ‘o homem que quebrou o Bank of England’, ao vender a descoberto a libra britânica em 1992 e ajudar a forçar o Reino Unido a retirar-se do Mecanismo Europeu de Taxa de Câmbio, que desvalorizou a libra e rendeu a Soros mais de US$ 1 bilhão (£ 650 milhões). E seu Soros Fund Management foi amplamente acusado de ajudar a desencadear a crise financeira asiática de 1997, por vender a descoberto o baht (Tailândia) e o ringgit (Malásia).”

Soros é um polêmico investidor, especulador e bilionário, que investiu pesado na campanha de Obama. Terá sido apenas um erro ou algum tipo de chantagem?

Veja a imagem da notícia.

Screen shot 2013-04-30 at 3.22.09 PM

Dossiê Boston: sinais de que o atentado foi planejado

Até agora, o FBI não mostrou uma prova sequer de que os dois irmãos são mesmo os culpados pelo atentado em Boston. No entanto, não faltam evidências de que eles NÃO são os culpados. Olhem só:

– O FBI negou qualquer contato com os irmãos antes do atentado. No entanto, a Rússia descobriu que o FBI tinha interrogado o irmão maior há 2 anos. Não o consideraram perigoso, mas na hora de encontrarem um culpado, foi fácil: ele estava lá nos registros.

– Quando Tamerlan Tsarnaev (o irmão maior) foi preso, ele estava vivo e suas roupas intactas, como se pode ver nas fotos. Entretanto, o FBI disse que ele tinha explosivos presos no corpo, e depois ele apareceu morto.

Tamerlan estava intacto e sem sinais de sangue.

Tamerlan estava intacto e sem sinais de sangue.

Tamerlan não tinha sinais de sangue.

Tamerlan não tinha sinais de sangue.

Três horas depois, foi assim que Tamerlan acabou.

Três horas depois, foi assim que Tamerlan acabou.

– Quando Dzhokhar Tsarnaev (o irmão menor) foi preso, a mídia noticiou que ele estava ferido e que o barco estava cheio de sangue. Entretanto, nas imagens, tanto ele quanto o barco estão intactos, sem sangue.

O irmão mais novo e o barco, sem sinais de sangue na hora da prisão.

O irmão mais novo e o barco, sem sinais de sangue na hora da prisão.

– Mas, depois da prisão, Dzhokhar apareceu gravemente ferido.

O irmão mais novo, ferido depois da prisão.

O irmão mais novo, ferido depois da prisão.

– A mochila que o FBI diz que foi usada levanta várias questões. Ela é diferente daquelas carregadas pelos irmãos no dia da Maratona de Boston, que eram cinza e branca. Já a do atentado era preta.

Mochila dos irmãos era de cor diferente à usada no atentado.

Mochila dos irmãos era de cor diferente da usada no atentado.

Mochila dos irmãos era de cor diferente da usada no atentado.

Mochila dos irmãos era de cor diferente da usada no atentado.

– E igual à mochila que dois militares usavam na mesma hora.

58Cj1mz

Só a mochila dos militares era igual à mochila do atentado.

A mochila dos militares era igual à mochila do atentado.

– Depois da explosão, os irmãos ainda carregavam suas mochilas.

Irmãos com a mochila depois da explosão.

Irmãos com a mochila depois da explosão.

– A foto de Dzhokhar parece ter sido manipulada no Photoshop para apagar a mochila que ainda carregava depois da explosão.

Imagem manipulada?

Imagem manipulada?

– Um anônimo alertou para o atentado dias antes de ele realmente acontecer.

Aviso prévio sobre o atentado como operação de falsa bandeira.

Aviso prévio sobre o atentado como operação de falsa bandeira.

– O twitter do Boston Globe alertou para uma explosão controlada em um exercício anti-bombas uma hora depois da primeira explosão. Se você entrar no twitter deles agora, vai encontrar isso lá. Suspeito?

Boston Globe alerta para explosão controlada.

Boston Globe alerta para explosão controlada.

– Para os que têm estômago, vejam, agora, a foto deste ferido:

Ferido em Boston?

Ferido em Boston?

– E, agora, a análise deste especialista em lesões arteriais:

“Se você perder as duas pernas em um trauma explosivo, metade do seu sangue se vai em um minuto via artérias femorais, e depois de dois minutos você está morto. Sangrar é pior no caso de traumatismo (como estilhaços), porque a carne é rasgada em vez de cortada, expondo mais tecido arterial e vascular. O corpo humano possui de 5 a 6 litros de sangue. Se isso realmente tivesse acontecido, veríamos sangue por toda parte, o cara estaria encharcado. Você também veria o chamado jato arterial saindo da lesão. O mais provável é que ele vomitasse depois de ficar branco-fantasma com o choque, depois delirasse e desmaiasse. Quanto ao ‘torniquete’…”

Ele não está nem amarrado, está suspenso pela gravidade, o que literalmente não faria nada por um corte arterial. Não há pressão aplicada. Não há nó com vareta para alavancagem. Suas mãos não têm sangue. Não há sangue no chão. A cor em suas mãos e lábios mostra uma boa circulação. Ele é um ator. Isso é encenado.”

Vendo frame por frame:

Aqui, o homem antes do ferimento, do lado esquerdo. O homem de capuz está colocando nele a prótese de perna ferida. A mulher, na frente, dá cobertura para ele.

Homem com as pernas cobertas.

Homem com as pernas cobertas.

Agora, as próteses já estão no lugar. No meio de toda essa confusão, o cara de capuz coloca os óculos escuros – um sinal, talvez?

Cara de capuz coloca os óculos.

Cara de capuz coloca os óculos.

Aqui, já conseguimos ver a prótese. Alguém vê qualquer sinal de sangue?

A prótese aparece. Cadê o sangue?

A prótese aparece. Cadê o sangue?

A mulher levanta a mão – outro sinal? O homem “ferido” levanta a perna esquerda. Não há sangue nele nem na mulher. Não há jato de sangue.

Perna mais visível, sem sangue.

Perna mais visível, sem sangue.

A mulher olha para o lado, ainda com a mão levantada. O homem de capuz parece ocupado, talvez espalhando sangue pelo chão. A perna do homem continua sem sangue, bem como a roupa da mulher que está por baixo dele.

Homem de capuz espalhando sangue?

Homem de capuz espalhando sangue?

Agora, o sangue está no lugar. Mas as pernas do cara e a mulher ainda não têm uma gota de sangue.

Pernas continuam secas.

Pernas continuam secas.

Aqui, o homem ferido permanece sem assistência, mesmo sendo o em piores condições.

Homem ferido parece não ter importância.

Homem ferido parece não ter importância.

E outras perguntas que aparecem:

– Como um garoto de 19 anos conseguiu fugir de dezenas de policiais?
– Por que o FBI tem imagem de tudo, fotos e vídeos, menos da hora da perseguição em que, dizem eles, os garotos estavam com explosivos no corpo?

E o FBI, na falta de provas, apenas pede para que acreditemos no que ele diz.

ibQIl1P

Se alguém tiver mais alguma questão, compartilhe.

Corintianos presos na Bolívia: uma questão política?

A questão é que eles podem estar sendo tratados como moeda de troca. Roger Pinto, um senador boliviano perseguido pelo governo de Evo Morales, está asilado na embaixada brasileira em La Paz. E a filha desse senador veio a público dizer que os corintianos presos só serão libertados depois que o Brasil entregar esse senador. Ela disse que tem informações de que Quintana, o ministro da presidência boliviana, disse isso a Patriota, ministro das relações exteriores do Brasil.

Denise Pinto, filha do senador boliviano em asilo na embaixada brasileira.

Denise Pinto, filha do senador boliviano em asilo na embaixada brasileira.

Para deixar tudo mais estranho, a advogada de defesa dos corintianos disse que, depois de muitas tentativas, tinha finalmente conseguido marcar uma perícia no estádio, mas ela foi desmarcada de última hora. Veio a saber pelo ministro Saboia que isso tinha sido ordens do governo brasileiro. Por que?

Ela acabou conseguindo fazer a perícia, que ainda não tem resultados divulgados, mas já mostrou ser difícil que um projétil lançado da torcida do Corinthians tenha atingido daquela forma a cabeça do rapaz.

Explosão na fábrica de fertilizantes pode ter sido provocada por um míssil

A explosão na fábrica de fertilizantes West Fertilizer Co., que deixou um número ainda desconhecido de mortos, é bem suspeita. E fatos ainda mais suspeitos andam aparecendo para confundir ainda mais os fatos. Ou para esclarecê-los?

1. O report da fábrica feito junto a oficiais de segurança pública afirmava que não havia riscos de fogo ou explosão no local. O pior cenário, segundo o report, seria uma liberação de gás de amônia durante 10 minutos, sem riscos de morte. E não havia outros químicos perigosos no local.

2. Os donos da fábrica estavam com uma ação legal contra a Monsanto (que tem uma longa história na tentativa de dominação do mercado mundial de grãos a qualquer custo – com apoio governamental – prejudicando desde pequenos a grandes produtores em todas as regiões do mundo).

3. Um exercício de preparação para emergências estava marcado para o mesmo dia do acidente. Incrível como no mesmo dia dos grandes desastres (desde 11/9 até o atentado de Boston) há sempre um exercício contra emergências marcado.

4. Há vídeos analisando possíveis sinais de um míssil atingindo a fábrica de fertilizantes. Aqui um deles.

Essa possibilidade foi inclusive levantada por uma TV mexicana. Não é de se descartar.