Nos céus da Rússia: seria mesmo um meteoro?

Semana passada, o céu da Rússia foi cortado por um meteoro pesando cerca de dez mil toneladas (conforme recalculado pela NASA) que explodiria em pedaços sobre a região dos Montes Urais e deixaria mais de mil pessoas feridas.

meteoro_russia__6a7df858de

Logo apareceram perguntas como: como pode um meteoro explodir próximo ao solo? Aliás, meteoro explode ou entra em combustão? Ninguém estava monitorando esse meteoro? É coincidência que, no mesmo dia, outro meteoro tenha caído na província de Cienfuegos, em Cuba?

Sim, é possível um meteoro explodir depois de entrar na atmosfera. É raro, mas acontece. Foi isso que aconteceu no evento de Tunguska, em 1908. Para que isso aconteça, é preciso apenas que o meteoro concentre gelo ou dióxido de carbono congelado em seu interior que, com o atrito do meteoro com a atmosfera terrestre, começa a ferver até explodir para liberar a pressão contida pela rocha exterior. Já sobre a queda do meteoro de Cuba no mesmo dia, é possível que vários corpos celestes estivessem seguindo a mesma órbita.

Entretanto, quando começamos a pesquisar um pouco mais e ir além dessas primeiras perguntas, encontramos uma série de outras estranhezas para as quais não há uma explicação certa, ainda.

Um exemplo disso é o vídeo abaixo, que mostra um projétil em forma de charuto que vai de encontro ao meteoro que, logo após, explode em pedaços. Observando o vídeo, somos levados a crer na possibilidade de que um artefato controlado inteligentemente atingiu o meteoro de propósito. Um míssil talvez, ou um UFO, que heroicamente pode ter prevenido danos maiores à estrutura e aos habitantes da região atingida.

Filmado por outro ângulo:

Outro fato que causa dúvidas é o de que não foram encontrados os fragmentos do tal meteoro, fora algumas pedrinhas com pouco mais de um centímetro de diâmetro, que ainda não foram confirmadas como resquícios do meteoro (de qualquer forma, só umas pedrinhas para um meteoro que media dezenas de diâmetro?). E nem uma cratera gigante característica do impacto de meteoros contra o solo. Mesmo ele tendo explodido em pedaços menores, era de se esperar alguma cratera do tipo – a hipótese de que a cratera no lago Chebarkul fora causada pela queda do meteoro já foi descartada. Então, onde estão os seus sinais?

Tem mais: segundo a APA, uma das maiores agências de notícias do Azerbaijão, Vladimir Zhirinovsky, líder do partido liberal-democrático da Rússia, teria dito a vários jornalistas no dia do acontecimento que aquele objeto não se tratava de um meteoro, e sim de uma arma americana em testes.

O que seria, então, o objeto que explodiu nos céus da Rússia? Uma arma americana? Um UFO? Ou mesmo um meteoro? Continuo acreditando na história do meteoro, com o adendo de que ele teria explodido não por forças naturais (perfeitamente cabíveis), mas por forças humanas (um míssel que o teria atingido, por exemplo). Ou, quem sabe, extraterrestres?

Anúncios

2 respostas em “Nos céus da Rússia: seria mesmo um meteoro?

  1. Oi Carla, e se tiver a ver com aquele projeto do tipo Blue Beam, (esqueci o nome) para forjar a “necessidade” de uma intervenção radical da ONU e do governo mundial?

    Abs,
    Celia

  2. nossa, otima observação, pensei que so eu havia tido essa persepção, imagino sim no Blue Beam, um holograma para forjar uma uniao global, creio que nao sera um único meio para essa farsa, alem do blue beam, haverá varios outros para que eles (como esta escrito na nota de dolar) “tenham exito no projeto”.
    Mas o Senhor Jesus esta voltando, por que este mundo, literalmente, nao existe mais ja faz algum tempo!!.
    abraços
    dHIllsong.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s