Anomalias – Vênus e Júpiter

Muitos vídeos e artigos estão sendo publicados ultimamente na internet, dando conta de anomalias detectadas em Vênus e Júpiter. Vênus tem aparecido com uma mancha escura, grande, abrindo espaço para muitas especulações.

Algumas sugerem que a grande mancha, ou “dark hole/spot”, poderia ser uma grande tempestade naquele planeta. Imaginem o tamanho da tempestade, dada a enorme circunferência da mancha.

Outros dizem que a mancha pode ser o resultado de um recente impacto de asteróide ou meteorito. Neste caso, o problema já seria mais sério, porque se um meteorito desse tamanho se aproximasse da Terra, certamente seria classificado como ELE (Extinction Level Event).

Poderia ainda ser magma decorrente da intensa atividade sísmica de Vênus, que já é tão quente. Mas o que estaria causando isso?

Há os que afirmam que isso seria Bokeh, um efeito da câmera ao dar zoom, que forma como uma bola na imagem iluminada. Eu concordo que haja Bokeh, mas acho estranho que haja uma “bola” mais escura. Para isso acontecer, o Bokeh deveria ter se formado sobre um ponto escuro existente em Vênus. Por isso, uma coisa não exclui a outra.

Já sobre Júpiter, a constatação é a de que ele está com um brilho anormal para o momento. Segundo especialistas, ele não seria observado neste mês por conta de sua conjunção com o sol.

Na recente conjunção com Vênus, as notícias davam conta de que Júpiter poderia ser identificado como o objeto abaixo de Vênus, de menor brilho. Mas essa foi a imagem que apareceu:

Júpiter, abaixo, bem mais brilhante do que Vênus.

O dia de maior aproximação de Júpiter com a Terra nas últimas décadas foi 22 de setembro de 2010. Agora, Júpiter está se distanciando da Terra. Mas, apesar disso, seu brilho está ainda maior que em 2010. As especulações também existem aqui: seria apenas um efeito óptico causado pelo sol, que deixa Júpiter mais brilhante aos nossos olhos? Um efeito da redução da atmosfera?

Não é de hoje que eu tenho notado um objeto de fortíssimo brilho à noite. Isso tudo nos deixa com a pulga atrás da orelha: por que Júpiter está tão próximo da Terra, ou tão brilhante? Ou, se não se trata de Júpiter, o que será este objeto que brilha tão fortemente nos nossos céus noturnos?

15 respostas em “Anomalias – Vênus e Júpiter

  1. Apesar de existirem centenas de telescópios amadores espalhados pelo planeta, ainda não vi uma explicação e também outras fotografias tiradas por estes “astrônomos amadores” com melhor qualidade destes mesmos fatos. Portanto persiste a duvida. Acredito que seria muito interessante para todos se estes cientistas podessem realizar estas fotos para dar o fim de uma vez por todas a estes mitos ou levantar ainda mais a fumaça, pois onde ha fumaça a fogo diz o ditado. É uma investigação por demais válida e importante a todos nós.

    • Adriano, estou completamente de acordo. Recentemente encomendei uma foto de Vênus a um telescópio profissional os EUA, mas a qualidade saiu péssima. Quem detém as melhores técnicas deveria também se ocupar em desmistificar – ou comprovar – essas teorias. Obrigada pelo comentário.

    • Oi, Kazuya, muito obrigada pelo seu comentário e pelo artigo que você nos enviou. É muito interessante e rara essa passagem de Vênus entre a Terra e o Sol. Por outro lado, não acho que isso esteja causando as manchas que estão sendo visualizadas em Vênus. O que o artigo diz é que, quando Vênus passa na frente do sol (do ponto de vista de quem está aqui na Terra), ele fica como um pequeno ponto escuro na superfície do sol. É como se o sol tivesse uma mancha negra, um buraco que, na verdade, nada mais é do que a silhueta de Vênus. Mas Vênus, em si, não apresenta manchas, até porque tudo o que vemos de Vênus é um ponto inteiramente preto, dado que a face que está voltada para a Terra não é iluminada pela luz do sol. Exatamente como na foto publicada no artigo que você nos enviou. Foi uma ótima observação.

  2. David Wilcock tem falado das mudanças climáticas interplanetárias. Até 2004 eles tinham constatado:

    Sun: More activity since 1940 than in previous 1150 years, combined

    Mercury: Unexpected polar ice discovered, along with a surprisingly strong intrinsic magnetic field … for a supposedly “dead” planet

    Venus: 2500% increase in auroral brightness, and substantive global atmospheric changes in less than 30 years

    Earth: Substantial and obvious world-wide weather and geophysical changes

    Mars: “Global Warming,” huge storms, disappearance of polar icecaps

    Jupiter: Over 200% increase in brightness of surrounding plasma clouds

    Saturn: Major decrease in equatorial jet stream velocities in only ~20 years, accompanied by surprising surge of X-rays from equator

    Uranus: “Really big, big changes” in brightness, increased global cloud activity

    Neptune: 40% increase in atmospheric brightness

    Pluto: 300% increase in atmospheric pressure, even as Pluto recedes farther from the Sun

    mando o link http://www.enterprisemission.com/_articles/05-14-2004/Interplanetary_1.htm

    O que está acontecendo é que o sol está mudando, e por consequências todos os planetas do sistema solar estão mudando também. Isso porque nosso sol está se aproximando de uma “área de maior densidade etérea” (http://divinecosmos.com/contact-us/privacy-policy/102?task=view).

    Gostei muito desse blog, e acho que é o único no Brasil, até onde conheço, que está divulgando a história do Benjamin Fulford e traduzindo para o português!

    Quanto a essa outra luz mais forte no céu, a que se refere? Ao décimo planeta Nibiru? É possível vê-lo já?

    Muito bom encontrar um espaço onde se pode falar sobre esse tipo de assunto em português.

    • Obrigada pelo comentário, Vinícius. Interessantíssimo e enriquecedor. Vou fazer um post sobre isso com os devidos créditos a você, ok?

      Sobre o ponto luminoso, não acredito que seja Nibiru, mas há vários vídeos e comentários que apontam um segundo sol no céu. Em muitos deles, fica claro que não se trata de flare da câmera, então o que mais poderia ser? O que nos deixa encucados é que nem a NASA e nenhum instituto dão nenhuma informação sobre isso, nem para confirmar, nem para descartar qualquer possibilidade. De qualquer forma, as pessoas que filmaram disseram que o melhor momento para visualizar Nibiru é ao nascer ou pôr-do-sol. Mas depende da sua localização geográfica. Tentei visualizá-lo de São Paulo e da Patagônia Argentina (bem ao sul), e não vi nada. Mas, se for tentar visualizar, lembre-se de não fazer isso sem proteção adequada para os olhos😉

  3. eu nao sei que esta acontecendo eu trabalho a noite e ja notei por eses dias uma luz forte parecendo outro planeta perto de venus e esa lus pulsa hora forte hora fraca estranha mesmo nunca tinha visto iso o dia foi 23 e 24 de junho perto das 5 e 6 da manha ok quen quiser pode observar.

  4. Trabalho a noite,e faz tempo que procurava algo na net que falasse do assunto,aqui de fortaleza o planeta abaixo de venus é gigante,venus é o de cima,o que está abaixo parece cada vez maior,na Biblia fala muita coisa que está para acontecer,o segredo é entregar sua vida para Jesus Cristo,pois o arrebatamento está bem proximo…

    • Olá, obrigada pelo comentário.
      Muito interessante, você conseguiria me enviar algumas fotos para análise?
      Obrigada!!

  5. olá
    Eu estou vendo esta estrela às 08:00h da manhã aqui em Dom Pedrito, Sul do Rio Grande do Sul. Achei muito estranho ver uma estrela a esta hora, que é quando o sol está recém nascendo aqui, mas já é manhã clara.

  6. É estranha essa imagem de Venus, pois dificilmente temos Venus visível afastado do sol em forma de lua cheia, o normal é a visão apenas de parte de Venus, como uma lua nova ou crescente. Esta imagem parece muito mais uma distorção da lente da camera usada, pois para ter uma aproximação dessa grandeza aparente na imagem teriamos que ter um telescópio razoavelmente potente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s