Cusco: Encontrada múmia não humana em Andahuaylillas, segundo antropólogo

Quinta-feira, 17 de novembro, 2011 | 11:37 a.m.
Fonte: RPP Notícias. Tradução livre por pequenaduvida.wordpress.com

O antropólogo Renato Riquelme Dávila, do Museo Privado Ritos Andinos, localizado no distrito de Andahuaylillas, província Quispicanchi (Cusco) anunciou a descoberta de uma múmia sem características humanas.

Dávila explicou que o corpo tem 50 centímetros de altura, cabeça triangular, cavidade dos olhos grandes demais, fontanela aberta (N. T.: espaço entre os ossos do crânio), o que só é característica de crianças de até 1 ano, e tem molares, o que mostra que há uma lacuna enorme que não é comum em humanos.

“Não parece humano, porque a cabeça é triangular e tremenda, de fato, a cabeça é do tamanho do corpo e pensamos que era um bebê, mas médicos espanhóis e russos vieram e confirmaram que  é realmente um extraterrestre”, disse através de RPP Noticias.

Assista ao vídeo abaixo.

2011-11-17-antropologo-revela-caracteristicas-de-la-momia-de-andahuaylillas-noticia_423316.html

Anúncios

Estruturas gigantes no deserto da China

Artigo do Washington Post:

O que a China está construindo no deserto?

“Os chineses têm estado construindo estruturas enormes no deserto por um longo tempo. Em 2006, eles construiram um modelo em escala 1:20 da região de fronteira disputada entre China e Índia. É uma maquete de 0.7 km de largura por quase 1 km de comprimento. Estranho. Porque eles construiriam tal modelo de terreno? Para reproduzir uma guerra em escala 1:20 com tanques em escala 1:20? Incompreensível.”

Leitores do Gizmodo estão estudando o Google Maps e descobrindo algumas estruturas estranhas e gigantescas que a China está construindo no deserto. Especialistas sugerem que elas podem estar lá para calibrar satelites espiões.

Terremoto de 5.8 em Mato Grosso e a mídia não fala nada?

Ontem houve um tremor de terra de 5.8 graus na escala Richter em Mato Grosso, a apenas 33 km de profudidade, conforme podemos ver no site do Centre Sismologique Euro-Méditerraneén. Isso ocorreu no mesmo dia do forte terremoto de 6.7 na Bolívia.

O maior terremoto que o Brasil já sofreu foi de 6.6 (6.2 em algumas fontes), exatamente em Mato Grosso, sendo que apenas dois terremotos acima de 6 graus foram registrados em toda história do país (o outro foi no Espírito Santo). Sendo assim, mesmo que a região, de alguns anos para cá, esteja sofrendo abalos sísmicos devido à falha geológica ali localizada, tremores de tão forte intensidade não são tão comuns.

O engraçado é que não aparece no site do U.S. Geological Survey, e nenhum telejornal falou sobre isso.

Muitos tremores na Grécia e Turquia também.

Paradigma perdido na medida em que as mentiras da oligarquia ocidental são desvendadas.

por Benjamin Fulford, 8 de novembro de 2011

Esses dias, lendo alguns dos meios de comunicação ocidentais, você sente que está lendo relatórios do Eixo noticiando a iminente vitória durante a Segunda Guerra Mundial. A realidade que as pessoas podem ver com seus próprios olhos contradizem tanto esses relatórios que só os mais enganados realmente acreditam na propaganda. Não importa que desejáveis manchetes eles façam sobre o FMI vindo para o resgate, ou o FED imprimindo mais dólares, ou FRN vindo para o resgate, o fato é que os bandidos que sequestraram o sistema financeiro mundial perderam. A quadrilha criminal já era. Eventos nesta semana e na próxima vão fornecer a prova cabal.

Tanto nos bastidores quanto em público, as agências mundiais de aplicação da lei continuam a cercar a quadrilha criminal de todas as direções. A grande ação esperada para a próxima semana contra os bandidos agora obteve como evidência algo conhecido como o Livro de Maklumat. Este é um livro que detalha a posse histórica de grande parte do ouro mundial por um grupo de famílias reais asiáticas. Eles também possuem cópias dos certificados originais do dinheiro e evidência de como esse dinheiro foi transferido à custódia do Governos dos Estados Unidos para uso em nome da comunidade internacional. Esta evidência é a cereja no bolo em uma ação judicial que vai provar que os donos privados do Federal Reserve Board roubaram este dinheiro e têm usado-no ilegamente por mais de 50 anos.

É por isso que as ilegais “plataformas de negociação” que estavam sendo usadas para roubar este dinheiro foram desativadas. Essa, por sua vez, é a razão pela qual o FMI, os governos europeus e o Federal Reserve Board têm sido impotentes para deter a crise que afeta o grupo de estados terroristas G-5 (França, Inglaterra, Itália, Alemanha e os Estados Unidos), bem como seu acampamento armado conhecido como Israel.

Embora esses governos tenham ameaçado o governo da Grécia para parar um referendo sobre o Euro, eles não podem levar essas ameaças para o banco. O fato é que os fascistas europeus não têm o dinheiro para ajudar a Itália, Portugal, Espanha e cinco estados Bálticos. Além disso, o governo da Irlanda já pediu aos banqueiros europeus para provar que ela está em dívida com eles. mostrar de onde o dinheiro veio, provar que ele é real e que eles têm direitos legais sobre ele. Isso é algo que eles não podem fazer, motivo pelo qual a Irlanda não está nas manchetes. É também uma das razões pelas quais eles fecharam a Embaixada do Vaticano na Irlanda.

Embora o G5 e Israel ameacem iniciar a Terceira Guerra Mundial atacando o Irã, isso é uma manobra suicida. Os comandantes militares americanos, chineses e russos não vão deixar isso acontecer. Esses líderes desonestos do G5 estão, naturalmente, aterrorizados porque eles sabem que cometeram incontáveis crimes contra a humanidade (por exemplo, centenas de milhões de assassinatos desde o fim da Segunda Guerra Mundial). Ainda pode ser possível para a maioria deles obter perdão via um comitê de verdade e reconciliação, mas a janela da oportunidade está se fechando rapidamente.

Um homem que agora passou dos limites é Henry Kissinger.

Kissinger tentou desesperadamente na semana passada orquestrar uma série de assassinatos na esperança de alguma forma transformar a situação. Este escritor foi mais uma vez, na semana passada, colocado como alvo por pessoas contratadas por Kissinger.

Entretanto, foi-lhe dito para recuar e suas ordens não estão sendo obedecidas.

“Presidente” Obama, por sua vez, foi alvo de graves ataques verbais na reunião do G20 semana passada na França. Foi-lhe dito que os Estados Unidos estão em uma condição muito pior do que a Europa e que ele tem grande parte da culpa por isso, de acordo com fontes na reunião. Não é mais esperado que Obama consiga completar seu mandato como presidente por causa das várias ações legais contra seu regime.

No Japão, enquanto isso, tem havido um monte de barulho sob a superfície.

Fontes sênior da direita japonesa dizem que um grupo de coronéis das forças de auto-defesa japonesa estão tramando um golpe de estado militar. Seu plano é colocar o ex-primeiro ministro Shinzo Abe como seu líder. Abe, claro, está ligado aos Moonies, que por sua vez têm um rancho próximo do rancho do Bush no Paraguai. Eles também estão ligados ao negócio internacional de drogas.

Nem precisa dizer que esses equivocados coronéis foram informados e agora estão percebendo que não importa quão honorável seja seu desejo de ajudar o Japão, eles estavam a ponto de ser manipulados pelas mesmas pessoas que ajudaram a arruinar a economia japonesa.

Outro movimento no Japão veio quando agentes da CIA e do Pentágono disseram ao lobista Ichiro Ozawa para cessar permanentemente seus planos de tentar assumir o governo, se ele quisesse continuar vivo. Ozawa não é confiável por causa de suas conexões com Rockefeller e os bandidos.

Também vale a pena notar que o Imperador Akihito está sofrendo de “bronquite”, e por isso “temporariamente” entregou o controle para o príncipe herdeiro Naruhito, de acordo com a Agência da Casa Real.

O sinal verde oficial agora foi dado para uma nova Agência de Planejamento Econômico Internacional. Se lema será “nós transformamos sonhos em realidade”.

Tradução: pequenaduvida.wordpress.com

Estranhas mortes rondam o casal Clinton

Não é estranho que tantas pessoas próximas de Bill e Hillary Clinton tenham morrido jovens e em condições misteriosas? Eis uma lista, enorme e nem por isso completa, feita com colaborações do canal Mundo Desconocido, do YouTube (dica do blog Holosgaia) e Clinton Corpse Collection.

Aqui está o que Earl Callaway, investigador criminal, responsável pelo segundo site, diz sobre esses fatos:

“Eu já investiguei muitos crimes nos últimos 32 anos, incluindo assassinatos. Qualquer investigador criminal com a menor experiência e treinamento poderia facilmente ver (e muitos já viram) muitas falhas, buracos e lacunas na chamada investigação de “assassinato” de Vince Foster pela, dentre todas as agências de aplicação da Lei Federal, Park Police. Mas, quando alguém pesquisa uma vez mais o passado de Bill e Hillary Clinton, encontra um longo caminho de ex-amigos, colegas e parceiros de negócios que morreram jovens sob misteriosas condições. A seguir uma lista parcial daqueles cujo sangue ainda clama por justiça.”

Vince Foster: assessor legal da Casa Branca. Fortes indícios de que teria sido assassinado para não servir de testemunha contra Hillary no caso do escândalo Whitewater (financiamento ilegal da campanha de Bill para o governo do Arkhansas). Foi encontrado com um tiro na cabeça e o caso foi fechado como suicídio.

James McDougal: colega de Hillary no escândalo Whitewater, acredita-se que ia mudar seu testemunho original, prejudicando os Clinton. Aparente ataque cardíaco.

Mary Mahoney: ex-funcionária de Bill Clinton na Casa Branca, assassinada no Starbucks. Estava a ponto de revelar assédios por parte de Bill. Um informante sobre o crime também foi assassinado dias depois.

Ron Brown: secretário de comércio e ex-presidente do partido democrata, próximo do casal Clinton. Estava fazendo um acordo com os fiscais que investigavam os escândalos da Casa Branca. Morreu em um acidente misterioso com um pequeno avião. Um forense revelou que Brown tinha uma ferida de bala na cabeça. O controlador aéreo responsável pelo vôo “se suicidou” dias depois.

Barbara Wise: funcionária do Departamento de Comércio e colaboradora de Ron Brown. Colega de Johnny Huang, envolvido em escândalos financeiros. Encontrada morta em seu escritório.

Charles Meissner: secretário da Junta de Comércio, colega de Johnny Huang. Estava no mesmo avião de Ron Brown.

Victor Raiser: um dos chefes da organização arrecadadora de fundos para a campanha de Bill. Havia revelado a pessoas próximas que os fundos de campanha estavam sendo usados pelos Clinton para cobrir despesas pessoais. Dias depois, morreu na queda de seu pequeno avião, junto com seu filho, que também fazia parte da campanha.

Paul Tully: amigo de Victor Raiser e Bill Clinton e chefe do Comitê Nacional Democrata, foi encontrado morto em um hotel por causas desconhecidas.

Ed Willey: arrecadador de fundos políticos dos Clinton, foi encontrado morto em um bosque com uma ferida na cabeça. Era marido de Kathleen Willey, que havia sofrido tentativas de ataques sexuais por parte de Bill.

Jerry Parks: chefe do grupo de agentes de segurança do governador Clinton. Foi metralhado em seu carro. Seu filho revelou depois que ele estava montando um arquivo sobre o casal Clinton. Poucos dias antes, este arquivo tinha sido roubado de sua casa.

James Bunch: tinha uma lista negra com nomes de pessoas que frequentavam as casas de prostituição de Texas e Arkhansas, entre eles, Bill Clinton. Aparente suicídio.

James Wilson: Havia ameaçado revelar segredos do escândalo Whitewater. Enforcou-se.

Kathy Furguson: ex-esposa do guarda-costas de Bill Clinton. Ia testemunhar contra o ex-marido e Bill no caso de assédio sexual de Paula Jones. Encontrada em casa com um tiro na cabeça. O ex-marido escapou porque decidiu testemunhar a favor.

Bill Shelton: noivo de Kate Ferguson. Ia acusar Clinton pelo assassinato de Kate. “Suicidou-se” com um tiro atrás da cabeça.

Gandy Baught: procurador, conhecia segredos do tráfico de drogas pelo Aeroporto de Mena durante o governo de Bill Clinton. Jogou-se de um edifício.

Florence Martin: contador da CIA, sabia do caso do Aeroporto de Mena. Foi morto com três tiros.

Suzanne Coleman: teve relações íntimas com Clinton quando era procurador-geral do Arkhansas. “Suicidou-se” com um tiro atrás da cabeça quando estava grávida, pouco antes de revelar detalhes de suas relações.

Paula Gober: interpretou para os surdos os discursos de Bill durante 4 anos. Estava a par dos escândalos sexuais do casal. Acidente de carro.

Danny Casolaro: repórter que investigava o tráfico de drogas no Aeroporto de Mena. “Suicidou-se” cortando as veias.

Paul Wilcher: advogado que investigava a corrupção no Aeroporto de Mena junto com Cassolaro. Foi encontrado morto em seu escritório.

Jon Parnell Walker: investigador do escândalo do banco Madison Guaranty, relacionado com o escândalo Whitewater. “Escorregou” do alto de um prédio.

Stanley Huggins: investigava o Madison Guaranty, relacionado com o caso Whitewater. Causas da morte controversas.

Herschell Friday: advogado e arrecadador de fundos políticos dos Clinton. Seu avião explodiu em pleno vôo.

Kevin Ives e Don Henry: jovens que descobriram por acidente a operação de drogas no Aeroporto de Mena. Foram atropelados por um trem, mas estudos mostram que eles já estavam mortos quando foram colocados nos trilhos.

A lista continua.

Rumores quentes

As notícias saem e os fatos ficam cada vez mais evidentes: a crise européia não tem solução e afeta o G5 = grupo de Estados Terroristas: França, Inglaterra, Itália, Alemanha e Estados Unidos.
A Grécia é apenas o foco das distrações, enquanto o FED e USA agem nos bastidores, porém sem sucesso. Os fascistas da Europa não podem ajudar – estão quebrados – a Itália, a Irlanda, Portugal, Espanha e ainda mais 5 Estados bálticos.
O governo da Irlanda, a propósito, já disse aos banqueiros: PROVEM que devemos grana a vocês. Sensacional!! Isso jamais fará manchetes.
Atenção: a Irlanda, ela mesma, FECHOU A EMBAIXADA DO VATICANO no país. Interessante!!
Na última reunião do G-20 lavou-se muita roupa suja e foram bem claros com os americanos: EUA estão piores do que a Europa e Obama é o responsável por isso.
O pirão engrossou.
Antonio Carlos